Verão e Atividade física

Verão e Atividade física

Por Prof. Dr. Marcelo Massa*

Sim, o verão chegou! E com ele o brilho do sol, as temperaturas elevadas, atividades ao ar livre, planos para 2012… O clima pode provocar mais disposição na maioria das pessoas, porém é preciso ter cautela nas atividades físicas.  Cuidado com práticas desmedidas e desorientadas!

Praticantes de atividade física com histórico de diabetes, hipertensão e cardiopatias costumam ser melhor orientados pelo médico e acompanhados devidamente por profissionais da área de Ciências da Atividade Física.. Contudo, diversos praticantes que estão em busca de perder peso ou de “esculpir seus corpos”para o verão, muitas vezes extrapolam os limites da atividade física de maneira inconseqüente e desorientada, colocando em risco a própria saúde.
Assim, alguns cuidados relacionados ao clima da estação, bem como a consciência sobre a prática de atividade física devem ser tomados:

1)   Consulte seu médico: ele fará uma avaliação geral da sua prontidão para a prática de atividade física.
2)   Procure um educador físico. Apenas este profissional estará apto para prescrever, acompanhar e avaliar um programa de atividade física que respeite a sua individualidade. Hoje em dia, além de academias e do “personal training”, existem diversas assessorias esportivas que prestam serviços interessantes, unindo o trabalho em grupo com planilhas e acompanhamentos individualizados durante a atividade.
3)   Use protetor solar e prefira as primeiras horas da manhã ou mesmo o fim da tarde, quando o sol está mais ameno.
4)   Escolha um tênis adequado, boné e opte por vestimentas leves, soltas, confortáveis e de cores claras, que darão maior amplitude ao movimento, deixando a maior parte do corpo descoberta para que ocorra a evaporação da umidade da pele devido ao calor.
5)   A praia serve de inspiração para a caminhada e a corrida. Porém, é preciso evitar os terrenos inclinados.
6)   Prefira alimentos leves, frutas e beba muita água. Consulte um nutricionista para maiores orientações sobre o consumo de alimentos “pré-treino – treino – pós treino”.
7)   Pelo menos a cada 30 minutos de atividade física, hidrate-se. Portanto, programe-se quanto aos pontos de hidratação em sua atividade ou tenha uma garrafinha à mão. Obs. A sede já é sinal de desidratação.
8)   Procure a prática ao ar livre, em locais arborizados e paisagens estimulantes. Em caso de ambientes fechados, observe sempre a boa circulação do ar.

Prof. Dr. Marcelo Massa – Possui Mestrado (1999) e Doutorado (2006) em Educação Física pela Universidade de São Paulo na Área de Biodinâmica do Movimento Humano. É Professor Doutor da Universidade de São Paulo (USP) na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) – Curso de Ciências da Atividade Física (CAF). É Líder do GEPCHAM (Grupo de Estudo e Pesquisa em Capacidades e Habilidades Motoras- EACH/USP) e Coordenador Administrativo do LABCAF (Laboratório de Ciências da Atividade Física) da EACH-USP.

Contato: [email protected]

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco
 
Instagram: @nutri.aline
2018-10-04T18:22:24+00:00

About the Author:

Aline Lamarco - Nutricionista em Alphaville - Nutricionista Estética, Esportiva, Clínica e Materno-infantil. Planos alimentares individualizados e saborosos, baseados na Gastronomia saudável, em busca do bem-estar físico e psicológico, que levam à resultados definitivos. Treze anos de experiência em consultório, Pós-graduada em Nutrição Esportiva (USP) e Materno-infantil (UNIFESP), com título de Especialista em Fitoterapia (ASBRAN).

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.