Quem sou eu

Minha foto
Nutricionista Clínica, esportiva, gestacional e infantil. Consultório em Alphaville (Tel: 4175-9777) há 12 anos, com técnicas bem inovadoras e diferenciadas, focando especialmente no bem estar psicológico e emocional do paciente. Reeducação alimentar associada à Gastronomia para resultados definitivos e uma rotina agradável!

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Queda de cabelo feminino - o que fazer? - parte 1

Hoje vou falar sobre algo que angustia muito as mulheres: a queda de cabelos ou alopécia. A alopécia feminina normalmente é bem diferente da masculina e é dela que falaremos hoje. Poucas coisas podem ser tão angustiantes para uma mulher que perceber que seus fios estão caindo aos tufos, entupindo ralos, o travesseiro lotado... A perda de até 100 fios por dia é normal, mas a perda aumentada cresce a cada dia devido a fatores como estresse, ansiedade, depressão e carências nutricionais. Agressões químicas e secador em excesso também podem levar ao problema.
É realmente importante que o problema seja diagnosticado o quanto antes, pois nem sempre a solução é rápida.
No meu caso, por exemplo, a queda teve início há 4 meses. Fiz todos os exames de sangue buscando por problemas hormonais, como ovários policísticos e hormonios tireoideanos, mas todos estavam em ordem. A dermatologista concluiu que a causa era apenas um estresse que tive no ano passado. O tratamento seguiu apenas com suplementos nutricionais (precisa dizer que usei TO-DOS?) e o minoxidil, manipulado pela dermatologista, para uso local, que diminui a queda e estimula o crescimento. Passei a usar shampoos especiais também para prevenir a queda e a caspa, da La Roche-Posay, também prescritos pela dermatologista.
Veja bem, incluí os suplementos Pantogar, Noukrin e Exímia Fortalize, passei o Minoxidil 5% todos os dias (ele é uma chatice, deixa o cabelo duro), pesquisei tudooo e três meses de tratamento depois, eu tinha perdido, simplesmente, 40 a 50% dos fios! 
Procurei outra profissional e insisti que não estava passando por nenhum estresse e que alguma outra causa tinha que estar levando à queda capilar. Cheguei a contar os fios um dia e perdi 350!!! Veio mais uma pesquisa com ultrassonografias e aí sim diagnosticaram que tenho ovários policísticos.
Agora o tratamento incluiu Aldactone (espironolactona 100 mg), Androcur (acetato de ciproterona 50 mg) e Glifage (metformina 500 mg). E claro, uma dieta para ovários policísticos que eu mesma montei :)
Gostaria de aproveitar o post e recomendar MUITO CUIDADO se você começar a perder fios. Eu tive um diagnóstico errado e perdi tempo , mas muita gente vai ao meu consultório achando que vai tomar uma vitamina e o cabelo vai parar de cair. Ou me conta que está passando o produto que a amiga indicou. Se não parar, aííí procura um dermatologista. Veja, em 4 meses perdi quase 50% do meu cabelo :( Ainda bem que eu tinha bastante...

E você, já passou por algo parecido? Tem ou teve queda capilar? Como foi o tratamento?
Farei um post falando sobre ovários policísticos e em um mês faço a segunda parte deste post contando como foi a evolução agora que realmente tenho um diagnóstico.
Troca de idéias são muito bem-vindas, se você passou ou está passando por isto, deixa um comentário, ok?
Beijinhos


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Como sobreviver (feliz) à Páscoa! - 2015

Este é um tema que deixa a maioria das pessoas confusas, então vou reeditar este post, mais uma vez!
Você está em plena dieta há um mês, um ano (ou desde sempre - rs) e de repente chega a Páscoa. A pergunta que não quer calar é: "E agora, o que eu faço?" Afinal você vem fazendo um bom Programa alimentar, atividade física, não quer engordar e ao mesmo tempo não quer ficar sofrendo neste feriado, certo?
Vou passar algumas dicas que, sem dúvidas, tornarão a tarefa muiiito mais fácil.

1- A primeira coisa é: se presenteie com um pequeno presente de Páscoa sim! O mesmo vale para as crianças. Todos os anos fico assustada com a quantidade de posts que vejo recriminando quem vai comer ovos de Páscoa. Este terrorismo nutricional não vai levá-lo a lugar algum! A Reeducação Alimentar é o que funciona à longo prazo, então vamos pensar em atitudes que seriam razoáveis manter para sempre. Você acha que pode passar a Páscoa de todos os próximos anos sem comer nenhum chocolate? Ou será que vai manter-se magro se comer 4 ovos de chocolate por ano? A grande dica é o equilíbrio, afinal "a privação gera compulsão". 
Presenteie-se com algo que você adore, de até 400 gramas. É algo tranquilo de se cumprir toda Páscoa, certo? 

2- Melhor ainda: você pode dividir o ovo em pequenos pedaços e curtir este presentinho por mais meses. As melhores opções são comr pequenos pedacinhos depois de um almoço rico em fibras (folhas e vegetais) e proteínas magras ou antes de ir para a academia. Se for um ovo recheado, divida em partes e congele. A duração aumenta para 3 meses. 

3- Nada de comprar ovos light, diet... Compre seu preferido! O objetivo é se satisfazer com seu presente e recompensar seu esforço na dieta. Não adianta comprar um ovo que não mate sua vontade. Ovos diet, por sinal, engordam mais que o normal. São apenas para diabéticos!

4- Na Páscoa é comum as pessoas pensarem que não fazem questão do ovo e se transformarem no "pedinte da Páscoa" risos. Você deve conhecer algum. É aquele membro da família que diz não fazer questão de chocolates e não compra nada para não engordar. Passa a Páscoa toda pedindo um pedaço para o filho, marido, outro para os pais... Muitas vezes é o que mais come, mas nunca se sacia, pois sempre tem a sensação de que não comeu a quantidade que queria, nem seu sabor favorito. Lembre-se da importância de dar a si ou aos seus filhos o ovo de sabor preferido.

5- Doe os ovos excedentes. Não tenha apego, na prática você não conseguirá se controlar e o excesso será prejudicial à saúde e à forma física. O conselho é especialmente válido para crianças, que ganham diversos ovos: dos pais, amiguinhos, tios, padrinhos... Combine com os mais próximos que presentearão com algo diferente de chocolate. Os outros, doe. Muitas pessoas não tem dinheiro para comprar ovos no nosso país. Você pode doar para a faxineira, porteiro, secretária ou para uma campanha. É excelente estimular este lado, especialmente nas crianças, pois é muito importante aprender sobre a caridade desde cedo.

6- Para as refeições de Páscoa, a palavra chave é priorizar. Qual sua refeição preferida? Na sexta-feira da Paixão , um bacalhau? O almoço de domingo? Escolha uma das refeições de Páscoa e coma tranquilamente. Na outra, procure priorizar a proteína (carne, peixe ou frango) servida com uma salada grande. O importante aqui é não mergulhar num feriado gastronômico, regado à bacalhau no azeite na sexta, churrasco no sábado, pizza, almoço de domingo, chocolate e muiita cerveja, certo? Da própria refeição disponível em casa, você pode montar uma versão mais light no seu prato.
E nada de passar a semana toda comendo as sobras, hein? Divida com os parentes, congele...


Boa Páscoa e aproveite para curtir este lindo sol!


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline