Quem sou eu

Minha foto
Nutricionista Clínica, esportiva, gestacional e infantil. Consultório em Alphaville (Tel: 4175-9777) há 12 anos, com técnicas bem inovadoras e diferenciadas, focando especialmente no bem estar psicológico e emocional do paciente. Reeducação alimentar associada à Gastronomia para resultados definitivos e uma rotina agradável!

terça-feira, 26 de março de 2013

Obesidade Infantil - Dr Fabio Pegoretti

Recebi este texto do Dr Fabio Pegoretti, Pediatra e Pneumologista há 12 em Alphaville e achei importante compartilhar, pois esclarece muito sobre a obesidade infantil.


- Os principais fatores que causam obesidade infantil são sedentarismo e a má alimentação? Algum outro?

R: O rápido aumento da obesidade infantil nas ultimas décadas está relacionado às mudanças no estilo de vida e nos hábitos alimentares. Houve um aumento do consumo de alimentos calóricos (carboidratos e gorduras), associado a mudanças dos hábitos das crianças, que muitas vezes não mantém um gasto energético regular. Tornam-se cada vez mais sedentárias com excesso de TVs, videogames e computadores, reduzindo as oportunidades de fazer atividades físicas com liberdade, ao ar livre, brincadeiras de criança e atividades esportivas.

- Além destes, podemos citar algo no campo “psicológico”, ou seja,  podemos dizer que a ansiedade é um dos fatores que causa obesidade?

R: Não se deve ligar diretamente ansiedade com aumento de peso, porque existem crianças que reagem à ansiedade tanto com aumento quanto com redução da alimentação.  A ansiedade pode trazer um hábito de super-alimentação, que dependendo dos hábitos dessa criança, levaria a obesidade.
Dentre diversos fatores do nosso cotidiano, as inseguranças, as diferentes formas de violência, as rotinas estressantes de tarefas e problemas nas relações familiares podem levar a criança a um quadro de ansiedade.

- Quais os riscos médicos em crianças obesas?
- Quais os riscos da obesidade no desenvolvimento da criança?

R: Crianças obesas tem grande probabilidade de se tornarem adultos obesos. Dessa maneira, estarão mais vulneráveis às doenças que afetam esses pacientes, como hipertensão, diabetes e dislipidemas na idade adulta.
Os problemas ortopédicos podem ocorrem mesmo na infância, como sobrecargas das articulações, artroses, alterações nos joelhos, pés chatos, escolioses, etc.

- Quais os riscos sociais para estas crianças (bullying, por exemplo)?
R: Alterações psicossociais se tornam relevantes no mundo de uma criança obesa. Dificuldade de interagir com outras crianças, pela menor capacidade de realizar atividades físicas, muitas vezes são deixadas de lado pelas outras numa atividade coletiva. Podem ocorrer ansiedade, depressão, baixa-estima e queda no rendimento escolar, que devem ser precocemente identificados pelos pais e educadores.
Tendem a ficar mais fechados em atividades sedentárias, criando um círculo vicioso que não melhora até uma intervenção bem elaborada.
Filhos de pais não obesos tem uma chance de apenas 9% de serem obesos. Quando um dos pais é obeso essa chance é de 50%, e com ambos os pais obesos, é 80% .
A sociedade tem que intervir nesse problema, criando condições para que esses casos consigam uma melhoria nas rotinas de atividades fisicas, orientação psicológica e educação alimentar para a família, pois esta deve entender que não se trata de uma criança obesa, mas sim de uma família que tem uma criança obesa, e que precisa de mudanças.

Dr Fabio Pegoretti -  CRM SP93873

Graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo - USP
Pediatria e Pneumologia Pediátrica pelo ICR HC FMUSP
Atende no Hospital Albert Einstein - Tel: (11) 4208-8600


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

segunda-feira, 25 de março de 2013

Dica muito útil para gestantes e dores nas costas

Pessoal,

Acompanho muitas gestantes e achei esta dica muito útil, afinal as costas doem na gestação/amamentação, não?
Tem dicas de massagem, automassagem e alongamento. Mãos à obra!

Para acompanhar mais notícias para gestação, se cadastre no grupo: http://www.facebook.com/groups/nutricao.gestacao/

Semente de Chia


Realmente faz bem?
Semente chia
Muitos pacientes chegam no meu consultório perguntando sobre a semente de chia e querendo saber se ela realmente ajuda a emagrecer. E sim, o consumo da chia pode ser muito benéfico. 
chia tem chamado a atenção no hall das sementes, passando na frente da linhaça e do amaranto. E por que tanto sucesso? Simples! A chia elimina gordura, ajudando a emagrecer. As fibras presentes na semente de chia são do tipo solúveis. Em contato com a água, a chia vira um gel que ‘incha’ o estômago, retarda a fome e a velocidade com que o organismo assimila os carboidratos. As sementes de chia absorvem 12 vezes do seu peso em água, hidratando o corpo e protegendo a mucosa do intestino. Essas fibras ainda retêm parte da gordura presente nos alimentos, eliminando esse excesso nas fezes..

Cerca de 23% da chia é composta por ácidos graxos poliinsaturados, o que a torna a semente com maior teor de Ômega-3 no mundo. A gordura é resultado de um processo de inflamação no organismo. O Ômega-3 é anti-inflamatório e ajuda o organismo a recuperar o controle sobre o apetite.


Além de extremamente rica em fibras, a chia é um tipo de proteína completa, têm o dobro de potássio que a banana, três vezes mais antioxidantes que mirtilo (blueberry) e oito vezes mais Ômega-3 que o salmão. Falta mais algum motivo para aderir a chia? Então lá vai! É rica em antioxidantes e ainda é desintoxicante. 

Como consumir a chia

chia pode ser usada na alimentação de crianças, adolescentes e gestantes. Praticantes de atividades físicas também podem se beneficiar do consumo desta semente, já que estes indivíduos necessitam de maior aporte protéico quando comparados a indivíduos sedentários. 
O consumo recomendado é 1 colher de sobremesa por dia, que pode ser acrescentada no iogurte, na salada...



SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quarta-feira, 20 de março de 2013

Baixa autoestima e namoros loucos

Li este texto e não pude deixar de postar, pois muitas mulheres passam por isso, sua autoestima vai diminuindo aos poucos e passam a aceitar situações que normalmente não aceitaria (nem deveria). Para quem está vivendo a situação, é difícil perceber que o maior problema está no parceiro e que você não pode fazê-lo mudar. Isto pode tornar uma mulher mais triste, depressiva, insegura e, muitas vezes, fazê-la descuidar de si mesma e sua saúde/alimentação. Vamos lá?

"A Lei Maria da Penha protege a mulher de agressões e abusos físicos – ou, ao menos, tenta! -, mas e quanto ao abuso psicológico? O que vem a seguir é um resumo de histórias que conheço, vi e alguns que vivi e, por ser tão geral, provavelmente deve se encaixar em mais de uma realidade.

A moça tinha esse namorado e como todo relacionamento o inicio era lindo, até a primeira vez em que ele gritou e a ofendeu. Pensou que aquilo não estava acontecendo, por que aconteceria com ela? Sempre vemos isso por aí, mas logo com ela? Ela que sempre fora amável e esforçara para fazer o relacionamento dar certo, deixou passar, claro, achando que seria a primeira e última vez, mas não foi. As ofensas só aumentaram. Tudo era motivo para ser chamada de vagabunda, para ouvir que ela não era de confiança. Situações que aconteceram e poderiam ser descritas por horas e horas, mas o auge da humilhação (difícil escolher só uma história) foi uma quase agressão física em sua casa. Mas ainda assim, ela permaneceu esperançosa e sonhadora, com o ‘’ele vai mudar’’Mas não, não mudou. Durante o tempo de relacionamento, ela deixou de sair, deixou seus amigos e reprovou na faculdade. As brigas eram frequentes e ele terminava o namoro toda semana, por qualquer motivo que achasse viável. O ciúme era excessivo e o temperamento já não muito delicado se tornava ainda pior quando associado ao álcool. Mas por que isso aconteceria com ela, não é mesmo? Quando estavam bem era tudo lindo e era isso que dava a esperança de uma mudança, isso e as infinitas promessas. Achava que ele ia mudar e que a valorizaria, esforçava-se para que isso acontecesse. E não, não mudou. 


Isso tudo aconteceu há anos, de lá para cá pode perceber o que houve e até mesmo assumir um pouco da culpa, não por não ter sido ‘’boa o suficiente’’ para ele, mas porque ter deixado que ele a tratasse daquela forma. Por ter ficado tão cega pela vontade de ter seu grande amor e por ter afundado ainda mais a própria auto-estima (mais um mérito do ex). Por ter tentado moldá-lo ao seu sonho e achado que nesse mundo todo não haveria mais ninguém. Esse pensamento faz com que muitas (e muitos) sejam vítimas de relacionamentos nada saudáveis e completamente insanos que deixam por aí pessoas perturbadas e pioram muito a convivência em alguns aspectos.
Esse abuso psicológico é mais difícil de perceber, muitas pessoas ignoram o grande efeito que tem sobre a vítima. Algumas pessoas até acham isso legal. Tenho amigas que dizem adorar um cara louco e ciumento, ou viver "entre tapas e beijos", mas acordem! Esse tipo de relacionamento não tem a menor graça, se você ou alguém próximo passa por esse tipo de coisa, tente procurar ajuda. Um gesto simples pode evitar traumas que demoram a se apagar. Pense na pessoa como um“zumbi”, se ela viesse para você com a intenção de te matar, ou sugar qualquer coisa que tenha, você cogitaria o fato de correr ou gastar várias horas da sua vida tentando conviver com o bendito?

COMO IDENTIFICAR O ABUSO PSICOLÓGICO?

• Repare se seu namorado usa táticas verbais contínuas para fazer você sentir reduzida ou sem valor. Você também pode ser acusada de ser estúpida, louca ou indigna dele. Às vezes usa insultos ou acusações sem fundamento algum para deixá-la desequilibrada. Em outros momentos pode se desculpar e ser muito carinhoso.
• Repare se você tem que mentir para as pessoas para proteger seu namorado. Algumas mulheres disfarçam que choraram, invadem emails, ficam desesperadas, tem os braços machucados sem explicação plausível. ISSO NÃO É NORMAL.
• Esteja ciente do seu estado emocional. Sintomas comuns de abuso psicológico são depressão, baixa autoestima, pensamentos suicidas e ansiedade. Se você está apresentando alguns ou todos esses sintomas, deve consultar um profissional dessa área, como um psicólogo, para determinar a causa e receber a ajuda apropriada. Ou, ao menos, parar para pensar sobre o que está fazendo com sua própria vida. SIM, SUA VIDA, não a vida com ele.
• Seja honesta em relação à sua situação. Se você acha que certos aspectos da sua vida, como dinheiro, amigos ou a liberdade de ir onde você quiser estão sendo controlados, isso é um sinal de alerta. Outras táticas que podem ser usadas pelo seu namorado para controlar sua vida é controlando seu acesso a coisas.
• Reconheça os sinais de perseguição sendo usados como uma ferramenta de abuso psicológico. Seu namorado pode ligar com frequência durante o dia para ter certeza de que você está em casa ou no trabalho/faculdade, ou insistir em querer todo o seu tempo. Você pode ser forçada a viver com medo pelo uso de ameaças, palavras ou gestos violentos. Descontar a raiva em objetos é usado para demonstrar a violência física.
• Examine seu relacionamento se você se sente isolada dos seus amigos, ou do mundo. Essa situação pode ser produto do abuso psicológico ativo ou inativo; seus amigos podem se sentir indesejáveis ou você pode ser proibida de passar algum tempo com eles. Já vi casos em que a pessoa proíbe a outra de participar de qualquer tipo de atividade que não esteja presente."
Por Kamylla Prado - texto adaptado

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

terça-feira, 19 de março de 2013

Dicas para gestantes - A primeira consulta com o Pediatra


Vamos lá, pessoal! Resolvi fazer uma sessão para grávidas, gravidinhas (e para os "grávidos" tb! rs) e novas mamães, afinal tenho uma especialidade na UNIFESP em Nutrição na Infância e adolescência. Se quiser participar, o grupo no facebook é: http://www.facebook.com/groups/149955335121882/ . Vou inaugurá-la com este texto, escrito pela Dra Debora Tais Cezar, Pediatra e Alergista Infantil, que gentilmente nos explicou tudo sobre a primeira consulta do bebê:

A primeira dúvida comum entre as gestantes é quando deve ser feita a primeira consulta. Segundo a Dra Debora, a assistência à saúde da criança deve iniciar antes de seu nascimento.

A consulta pediátrica no pré-natal estabelece a formação de um vínculo com o pediatra antes do nascimento da criança, e é de fundamental importância para esclarecimento de dúvidas sobre várias questões como:
- Atendimento pediátrico na sala de parto. O que será feito com meu bebê?
- Devo me preparar para amamentar? (Esta parte é importantíssima e oriento minhas gravidinhas durante o tratamento nutricional todo! É imprescindível escolher um pediatra que priorize o aleitamento materno)
- Calendário vacinal e vacinas ao nascimento
- Teste do olhinho, Teste da orelhinha e Teste do pezinho ampliado – quando colher e qual sua importância?
- Os primeiro dias em casa – banho, troca de fraldas, sono, posição para dormir e segurança do bebê
- Banho de sol, Vitaminas, Cólicas, Passeios
A consulta com o pediatra, antes mesmo do nascimento do bebê, visa esclarecer dúvidas e anseio dos pais, orientar sobre pontos importantíssimos do  nascimento e cuidados com o recém-nascido e, acima de tudo,  estabelecer e fortalecer um vínculo entre pais e pediatras, numa relação de confiabilidade e segurança, para que se torne ainda mais prazeroso e tranquilo ter um bebê em casa!

Bom, estas são as dicas da Dra Débora! Vou aproveitar e deixar os contatos dela abaixo.

Dra Debora Thais Cezar CRM 116675
Pediatra e Alergista Infantil
Médica do Grupo Fleury/ Palestrante do Curso Cuidados com a Saúde da Mamãe e do Bebê


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

segunda-feira, 18 de março de 2013

Anabolizantes e seus efeitos colaterais

Trabalho muito com Nutrição Esportiva e acredito muito que os suplementos ALIMENTARES podem ajudar muito nesta área. Mas alimentares, hein?

Naaada de anabolizantes! Veja os efeitos colaterais:





SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

terça-feira, 12 de março de 2013

O que fazer com a fome noturna?


 A Síndrome da fome noturna foi descrita na década de 50 e as suas principais características são o excesso de fome noturna, que leva a um consumo alto de calorias neste período; a ausência de fome pela manhã, normalmente com pouca ingestão ou nenhum café da manhã, e insônia.
Acredita-se que a Síndrome da fome noturna está presente em até 25% da população com aumento de peso. Ela é muito mais comum do que se imagina! Essas pessoas costumam escolher alimentos muito calóricos, ricos em gorduras e com baixo índice de fibras. Os cientistas acham que estes tipos de alimentos, como os chocolates, conseguiriam ativar de maneira mais eficaz os centros do prazer no cérebro, por isto a preferência.
Quem tem maior chance de desenvolver a Síndrome da fome noturna?
A maior predisposição à síndrome está associada a distúrbios do humor (normalmente quadros de depressão e ansiedade) e em pessoas que já apresentam fatores que interferem no ritmo circadiano, como por exemplo os trabalhadores noturnos (seguranças, profissionais de saúde, bombeiros, policiais, etc.) ou pessoas que ficam acordadas até muito tarde.

Tratamento

O principal problema da síndrome da fome noturna está relacionado ao aumento de peso e suas consequências - como a hipertensão, diabetes , alteração de colesterol...
Para tratá-la é necessária uma dieta que diminua este apetite noturno, focada justamente nisso. Muitas vezes há indicação de fitoterápicos, suplementos para diminuir esta fome, vontade de carboidratos e ansiedade. Pequenas mudanças no estilo de vida também podem ajudar muito!
Lembre-se de procurar ajuda, antes de assaltar a geladeira!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

A importância dos lanches na alimentação

Uma das partes mais importantes na alimentação saudável é fazer lanches entre as refeições principais. Você já deve ter ouvido sobre comer a cada 3 horas e aí entram duas questões muito importantes que eu gostaria de abordar:

1- O que é um lanche?
É uma refeição feita entre as refeições principais, cada indivíduo tem suas necessidades conforme idade, peso, atividade física, mas poderíamos propor, por exemplo que um lanche fosse 1 iogurte 0% de gordura (fonte de cálcio) e uma fruta. 
O que quero dizer com isso é que um lanche deve ser uma refeição pequena, saudável e isolada. Beliscar a tarde toda não é fazer um lanche e , sim, beliscar. E está totalmente contra-indicado. O lanche deve ser feito numa pequena pausa, em que o indivíduo presta atenção no que está comendo, mastiga , senta e se alimenta.
Um pacote de bolacha ao assistir televisão não é um lanche, experimentar as comidas enquanto se cozinha não é um lanche... Quem como distraído come mais e pior.

2- Por que preciso fazer um lanche?
Um lanche mantém a glicemia estável, diminui o stress e melhora o humor. Com a glicemia mais estável, você sentirá menos fome na próxima refeição. Além do mais, quando seu corpo quanto fica muitas horas em jejum, ele entra numa espécie de "modo de emergência", no qual seu metabolismo fica mais lento, para economizar energia. E não é isso o que você quer, é? Um metabolismo mais lento e mais fome na hora de se alimentar?
Muitas horas em jejum podem levar também ao catabolismo muscular, onde o corpo usa suas reservas para obter energia. Você quer perder músculos?

Então, qual será seu lanche hoje? Existem opções muito práticas para levar na bolsa ou deixar no escritório ;)
SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

segunda-feira, 11 de março de 2013

Será que seu filho tem sobrepeso?

Hoje o post vai para os pequeninos (e seus pais, tios, avós), para que possam diagnosticar o sobrepeso infantil e oferecer um tratamento o quanto antes.

Diferente do que muitos pensam, o tratamento infantil é maravilhoso. Conseguimos realmente modificar hábitos, propor uma dieta divertida e com resultados que a própria criança fica feliz com a rotina e de auto-estima renovada.

Fiquem atentos!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

sexta-feira, 8 de março de 2013

Feliz Dia internacional da mulher! - Dicas

No meu dia-a-dia tenho a fantástica oportunidade de conhecer mulheres incríveis, verdadeiras estrelas profissionais, em casa, com maridos, namorados, filhos, pais... Verdadeiras super-mães, super-filhas, super-esposas, super-namoradas... Enfim, super-mulheres!

Parabéns à vocês, que conseguem fazer mil coisas ao mesmo tempo, com uma casa, um trabalho, família, ipad, iphone e ainda assim, encher de graça, carinho, amor e inteligência tudo o que fazem! :)

Em homenagem à data fui convidada pela Folha de Alphaville para falar um pouco sobre as necessidades especiais da mulher. O artigo está abaixo, a parte nutricional na imagem ao lado.

Beijos e Feliz dia!



SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quinta-feira, 7 de março de 2013

Como perder peso, conforme sua personalidade


*Extraído do Blog "De repente trintei"

Conheça-se melhor e perca peso de forma mais eficiente! Assim, você pode mudar hábitos e se alimentar de uma forma mais eficiente para emagrecer! 






Para quem luta contra a balança incansavelmente e não consegue grandes vitórias, é melhor dar uma atenção especial à sua personalidade! Foi o que descobriu o neurologista norte-americano Daniel Amen. No livro The Amen Solution: The Brain Healthy Way to Lose Weight and Keep It Off (em tradução livre, “A solução de Amen: o caminho saudável do cérebro para perder peso e não recuperá-lo”), ele define quatro tipos de “comedores”: compulsivo, impulsivo, emotivo e ansioso. Amen não sugere um cardápio, mas indica os alimentos ideais para cada tipo de perfil.

No mesmo livro, o neurologista afirma ainda que praticar atividades físicas regularmente também é importante para ajudar a equilibrar os traços mais marcantes de cada personalidade. Descubra qual é a sua e elimine de vez a gordurinha extra.


TIPO 1. 
Pensa em comida o tempo inteiro

Você é COMPULSIVA e se preocupa com comida a todo instante.

Mudança de comportamento: Em vez de focar seu desejo na comida, procure outro alvo! Comece a ler os rótulos dos alimentos e escolha opções mais saudáveis. Invista em exercícios físicos que lhe deem prazer e use esse sentimento a seu favor.

O que é melhor comer? Evite muita proteína (como carnes), porque o nutriente aumenta a compulsão. Opte por alimentos ricos em triptofano, substância que aumenta o nível de serotonina e a sensação de bem-estar. É encontrada em alimentos como mel, banana, ovo, uva, brócoli e feijão-branco.


TIPO 2.
Come tudo o que vê pela frente

Você é do tipo IMPULSIVA e não consegue seguir uma dieta por causa da falta de controle.

Mudança de comportamento: Encha a geladeira com alimentos saudáveis. Evite comprar salgadinhos, chocolates e comidinhas que só vão detonar sua meta de perder peso.

O que é melhor comer? Evite carboidratos complexos (arroz branco e pão), pois a saciedade que eles provocam dura pouco. Coma proteína e alimentos ricos em tirosina. Isso eleva a produção de dopamina (neurotransmissor ligado à sensação de prazer) e controla o apetite. Invista em carnes magras, feijão-preto, castanhas, leite e chá-verde.


TIPO 3.
Desconta a frustração na comida

Você é uma pessoa EMOTIVA. Busca aconchego e felicidade na comida, mas sente culpa depois de comer.

Mudança de comportamento: Quando você começar a se sentir estressada, frustrada ou triste, em vez de atacar a geladeira, tente melhorar seu humor usando outros tipos de recursos. Ligue para as amigas ou saia para dar uma volta. Procure atividades que não engordem e sejam capazes de lhe dar prazer.

O que é melhor comer? Prefira alimentos com poderes calmantes. Aumente o consumo de ômega-3 (presente no salmão e na sardinha), grãos (sementes de linhaça e chia), verduras escuras e azeite.


TIPO 4. 
Precisa mastigar o tempo todo

Esse é o caso da mulher ANSIOSA. Se você sofre com tensões musculares, rói as unhas, tem dores de cabeça frequentes e vive mascando chicletes ou guloseimas, faz parte desse grupo.

Mudança de comportamento: Respire fundo várias vezes ao dia. Procure fazer atividades relaxantes, como meditação. Só vá ao mercado com uma lista de compras em mãos.

O que é melhor comer? Evite dietas muito restritivas, porque vão deixá-la mais ansiosa, e bebidas com cafeína. Invista em espinafre, aveia e lentilha, pois são ricos em taurina e vitamina B6, que estimulam a liberação de neurotransmissores redutores de estresse.


Lembre-se de que não existem dietas milagrosas e sim mudanças de comportamento aliadas a atividades físicas e um estilo de vida mais saudável. Sempre quando posto algo que pode auxiliar na perda de peso (muitas vezes que eu testei, no caso do whey protein, as pessoas dizem que não acreditam) pois, na verdade, elas esperam milagres... fato este que se tratando de peso NÃO EXISTE! Se fosse assim não existiriam pessoas acima do peso no mundo! O que existe é uma pessoa que resolve mudar de vida e de hábitos a fim de colher resultados duradouros e uma saúde melhor!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

Frutas e vegetais da estação - Março!



A partir de agora, vou começar a postar quais são as frutas e vegetais da safra do mês, assim vocês podem comprar o que há de mais gostoso e econômico,ok?



SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

terça-feira, 5 de março de 2013

Métodos eficientes para eliminar olheiras


As olheiras podem ser resultado de cansaço, noites mal dormidas, mele muito branca, hereditariedade, má nutrição, fumo, má circulação... Se você tem, como eu, olheiras diariamente, mesmo dormindo bem, é porque provavelmente tem predisposição para isto.
Existem tratamentos para elas, mas o melhor que você pode fazer para resolver é associar todos, pois nenhum deles é 100% eficaz. É recomendado um laser de luz pulsada que se chama Limelight. Particularmente, fiz uma sessão e será a única. Antes de sair fazendo, saiba que dóóóói muito.
Por isso resolvi escrever um guia de como os nutrientes e alimentos podem ajudar você:
1- Sal: além de provocar a retenção de líquidos (neste caso debaixo dos olhos!), o consumo elevado de sal também prejudica a circulação, fazendo sobressair os pequenos vasos capilares na zona dos olhos. O efeito é aquele preto-azulado que denuncia grandes olheiras.
2- Álcool e cafeína (café, coca-cola, chá preto...): Vários estudos já comprovaram que o abuso destas substâncias está relacionado com o tom escuro das olheiras.
3- Água: beba no mínimo 2 litros por dia para incentivar uma boa circulação.
4- Alimentação: procure seguir uma alimentação saudável e equilibrada. Por vezes, as olheiras surgem devido à falta de vitamina K (presente no arroz integral, ovos, farinha de aveia, trigo, alfafa, milho, batata-doce, fígado, soja e leite) ou antioxidantes – abasteça-se desses mesmos com a ingestão de muita fruta e legumes, especialmente espinafres, couves e alface. As vitaminas do complexo B ajudam a reduzir a água de retenção, que muitas vezes faz com que os olhos fiquem inchados.As diferentes vitaminas do complexo B trabalham em conjunto, por isso deve-se assegurar que se tome toda a sua gama.Os alimentos ricos em várias vitaminas são as nozes (vitaminas B1 e B7), o iogurte (B2 e B5), o salmão selvagem (B3), espinafre (B9) e ostras (B12). Nozes, salmão e espinafre também contêm vitamina B6.
5- Suplementação: tome um multi-vitamínico. As pessoas com maior tendência para exibir olheiras têm, não raras vezes, insuficiências no que toca às vitaminas B6, B12 e ácido fólico – compense com o uso de vitaminas.
6- Cuidados locais: receitas caseiras como rodelas de pepino sobre os olhos, ou um saquinho de chá de camomila  úmido e frio sobre cada olho (podem ser preparadas de véspera), ou uma batata crua ralada e embrulhada num pano  colocado sobre os olhos, são outras soluções apontadas para resolver o problema. Deixar por 15 a 30 minutos.
Além disso, lembre sempre de passar um bom filtro solar, usar óculos de sol e ficar longe do cigarro.

Se você tiver mais dicas, compartilhe conosco! :)

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline