Quem sou eu

Minha foto
Nutricionista Clínica, esportiva, gestacional e infantil. Consultório em Alphaville e Itaim Bibi (Tel: 4175-9777) há 12 anos, com técnicas bem inovadoras e diferenciadas, focando especialmente no bem estar psicológico e emocional do paciente. Reeducação alimentar associada à Gastronomia para resultados definitivos e uma rotina agradável!

domingo, 29 de janeiro de 2012

Cuidado que o stress engorda!!!

O que vem primeiro?

O estresse pode fazer você engordar. E ser obeso pode ser um fator criador de estresse.
Brynjar Foss e Sindre Dyrstad, da Universidade de Stavanger, na Noruega, apresentaram uma nova teoria para tentar elucidar esse "circuito fechado".
Segundo os dois, a alimentação e a falta de exercícios não são suficientes para explicar a atual onda de obesidade no mundo.

Comida e sedentarismo
Ingerir uma maior quantidade de comida rica em gordura, sal e açúcar, combinado com pouca atividade física, têm sido apontadas pela Organização Mundial da Saúde como as causas principais da obesidade.
É por isso que os médicos prescrevem dietas para emagrecer e exercícios físicos.
A mídia faz o restante, afirmam os pesquisadores, divulgando as academias, as dietas e estilos de vida mais saudáveis - tudo em termos de alimentação e exercícios.
Eles questionam essa abordagem desde o início, perguntando-se se a obesidade é mesmo uma consequência, ou se seria causa de algo - ou, eventualmente, as duas coisas.

Engordar por estresse
Os pesquisadores revisaram uma série de estudos, que mostram que o ganho de peso e os níveis de cortisol - o chamado hormônio do estresse - são incrivelmente mais elevados em pessoas que engordam por causa do estresse.
"Se você tem cortisol elevado, você vai ganhar peso mais facilmente," afirma Foss.
Ele e Dyrstad sugerem que o estresse e a obesidade reforçam-se mutuamente por um processo de feedback positivo.
Ou seja, comer mal e não fazer exercício continuam fazendo engordar, mas não como fatores principais, e sim como efeitos de um círculo vicioso dirigido pelo estresse.

Fonte: http://www.diariodasaude.com.br/news.php?article=causas-da-obesidade&id=7356

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Diário Alimentar divertido - A Era da Tecnologia

As vantagens de se fazer um diário alimentar são inúmeras:
* Estudos demonstraram que as pessoas que têm diário alimentar perdem mais peso e mantém o corpo saudável por longo tempo.
* O National Weight Control Registry descobriu que ter um diário do que se come é uma das principais estratégias dos dieters bem sucedidos.
* Um estudo recente descobriu ainda que quem tinha o diário e anotava certinho o que comia, perdeu duas vezes mais peso do que aqueles que não faziam questão de anotar.

A grande novidade da vez, é o aplicativo de Android, iPad, iPhone, que torna a atividade muito divertida para nós, que estamos cada vez mais apaixonados por estes brinquedinhos. Existem outros app equivalentes e comento sobre este, apenas por ser o que utilizo e recomendo para meus pacientes. Chama-se FAT SECRET na apple store ou CONTADOR DE CALORIAS nos androids.
O app possui um banco de dados com vários tipos de alimentos cadastrados para serem apontados em suas refeições diárias, contendo marcas populares e pratos de restaurantes. Também é possível fazer a busca a partir do código de barras do produto, pois o programa transforma seu celular num leitor.
Há o Diário Alimentar, o Diário de Exercícios e um Controlador de Peso, que faz um gráfico da perda de peso.
IMPORTANTÍSSIMO: A DIETA DEVE SER PRESCRITA POR UM NUTRICIONISTA, o programa vai apenas auxiliar no controle do consumo do que foi indicado, assim como servir de ferramenta para mostrar na consulta como tem sido sua rotina, suas dificuldades...

É a tecnologia à serviço da saúde! Usem e abusem!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Posso tomar refrigerante light/ diet à vontade?

Coca-cola Zero é proibida nos EUA. E no Brasil, sete refrigerantes têm substância cancerígena

Coca-cola Zero. Sukita Zero. Fanta Light. Dolly Guaraná. Dolly Guaraná Diet. Fanta Laranja. Sprite Zero. Sukita. Oito bebidas e duas substâncias altamente nocivas ao ser humano. Na Coca-cola Zero, está o ciclamato de sódio, um agente químico que reconhecidamente faz mal à saúde. Nos outros sete refrigerantes, está o benzeno, uma substância potencialmente cancerígena.Essa é a mais recente descoberta que vem sendo publicada na mídia e que só agora chega aos ouvidos das maiores vítimas do refrigerante: os consumidores. A pergunta que vem logo à mente é: “por que só agora isso está sendo divulgado?”. E, pior: “se estes refrigerantes fazem tão mal à saúde, por que sua venda é permitida?”.
Nos Estados Unidos da América, a Coca-cola Zero já é proibida pelo F.D.A. (Federal Drugs Administration), mas sua venda continua em alta nos países em desenvolvimento ou não desenvolvidos, como os da Europa Oriental e América Latina. O motivo é o baixo custo do ciclamato de sódio (10 dólares por quilo) quando comparado ao Aspartame (152 dólares/Kg), substância presente na Coca-cola Light. O que isso quer dizer? Simplesmente que mesmo contendo substância danosa à saúde, a Coca Zero resulta num baixo custo para a companhia, tendo por isso uma massificação da propaganda para gerar mais vendas.
Não basta o cigarro?
E a ironia não para por aí. Para quem se pergunta sobre os países desenvolvidos, aqui vai a resposta: nos Estados Unidos, no Canadá, no Reino Unido e na maioria dos países europeus, a Coca-cola Zero não tem ciclamato de sódio. A luta insaciável pelos lucros da Coca-cola Company são mais fortes nos países pobres, até porque é onde menos se tem conhecimento, ou se dá importância, a essa informações.
No Brasil, o susto é ainda maior. Uma pesquisa realizada pela Pro Teste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – verificou a presença do benzeno em índices alarmantes na Sukita Zero (20 microgramas por litro) e na Fanta Light (7,5 microgramas). Já nos refrigerantes Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Diet, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita, o índice de benzeno estava abaixo do limite de 5 microgramas por litro.
Só para se ter uma idéia, o benzeno está presente no ambiente através da fumaça do cigarro e da queima de combustível. Agora, imagine isso no seu organismo ao ingerir um dos refrigerantes citados. Utilizado como matéria-prima de produtos como detergente, borracha sintética e náilon, o benzeno está relacionado a leucemias e ao linfoma. Contudo, apesar de seus malefícios, o consumo da substância não significa necessariamente que a pessoa terá câncer, pois cada organismo tem seu nível de tolerância e vulnerabilidade.
Corantes e adoçantes
Na mesma pesquisa da Pro Teste, constatou-se que as crianças correm um grande risco, pois foram encontrados adoçantes na versão tradicional do Grapette, não informados no rótulo. Nos refrigerantes Fanta Laranja, Fanta Laranja Light, Grapette, Grapette Diet, Sukita e Sukita Zero, foram identificados os corantes amarelo crepúsculo, que favorece a hiperatividade infantil e já foi proibido na Europa, e o amarelo tartrazina, com alto potencial alérgico.
Enquanto a pesquisa acusa uma urgente substituição dos corantes por ácido benzóico, por exemplo, a Coca-cola, que produz a Fanta, defende-se dizendo que cumpre a lei e informa a presença dos corantes nos rótulos das bebidas. A AmBev, que fabrica a Sukita, informou que trabalha “sob os mais rígidos padrões de qualidade e em total atendimento à legislação brasileira”.
Quando será o fim dessa novela e da venda dos refrigerantes que contém substâncias nocivas à saúde, ninguém sabe. Mas enquanto os fabricantes deixam a ética e o respeito ao cidadão de lado em busca do lucro exacerbado, você tem a liberdade de decidir entre tomar esse veneno ou preservar a qualidade do seu organismo. Agora, é com você!

Fonte: Núcleo de Notícias

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Que profissionais da saúde devem entregar o Dmed?

Um novo ano se inicia e novamente começam as dúvidas se este ano deverá ou não ser entregue o Dmed (Declaração de Serviços Médicos e de Saúde), como complemento à declaração anual de Imposto de Renda.
Pesquisei mais à respeito e vou compartilhar:

"DMED x IRPF
Os profissionais liberais, como médicos, dentistas, psicólogos e fisioterapeutas, estão na lista de contribuintes mais fiscalizados pela Receita Federal.Estatística da RFB informa que nas declarações do IRPF 2005, o valor global deduzido em despesas médicas foi de 24,47 bilhões de reais.
A Declaração de Serviços Médicos e de Saúde (DMED), em seu primeiro ano de obrigatoriedade, gerou muita confusão, um tanto causada pela falta de planejamento dos profissionais (falta de CPF de clientes e etc.) outro tanto, pela própria inconstância da RFB que emitiu mais quatro instruções normativas alterando a primeira, IN 985/2009, sendo que a última destas foi publicada no dia 21/03/2011, ou seja, dez dias antes de terminar o prazo de encerramento de entrega em 31/03/2011, prazo este que também foi alterado, visto que o prazo original era 28/02/2011.
A DMED é usada pelo Fisco para combater as chamadas notas fiscais "frias", muito utilizadas por contribuintes no passado para tentar pagar menos Imposto de Renda ou para obter restituições maiores do que teriam direito.
A Dmed deve ser entregue pelas prestadoras de serviços médicos e de saúde, pelas operadoras de plano privado de assistência à saúde, ou prestadora de serviços de saúde, além das operadoras de plano privado de assistência à saúde. A não entrega desta declaração implica em multa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e a inconformidade de informações impacta em multa de 5% sobre o valor divergido, com um valor mínimo de R$ 100, 00 (cem reais) por divergência.
Com as informações da Dmed, o Fisco pode cruzar os dados com as deduções declaradas pelos contribuintes, que têm de ser embasadas com notas fiscais, e, em caso de inconsistências, lançar multas.
Segundo dados divulgados pela RFB no dia 15 de março de 2011, no ano-calendário de 2008, por exemplo, foram detectados casos onde a diferença total entre os valores declarados pelos profissionais e aqueles informados pelas pessoas físicas tomadoras dos serviços superaram a impressionante cifra de 58,20 milhões de reais.
Os profissionais liberais do setor não estão obrigados à entrega da DMED, mas precisam estar atentos a duas situações:
  • Os cruzamentos de informação propiciados pela DMED podem impactar diretamente em suas DIRPF (declarações pessoa física), como por exemplo, nos casos em que os pacientes utilizam recibos para buscarem reembolso de despesas junto aos planos de saúde e estes estão obrigados a informar o CPF do profissional liberal que emitiu o recibo.
  • Com o volume das deduções em serviços de saúde, a Receita Federal já se movimenta para fazer uma declaração específica para os profissionais liberais da Saúde a exemplo da DMED. (Guardem os dados a partir de hoje!!)
A primeira situação é imediata, devendo o profissional liberal atentar a este fator já na DIRPF deste ano, enquanto que, segundo o supervisor nacional do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, a declaração dos profissionais liberais deverá ser implantada no ano de 2012, relativo à declaração que será entregue em 2013, de forma simplificada, provavelmente integrada à própria DIRPF."

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Vitamina B pode ajudar a melhorar memória de idosos




RIO - Idosos que tomaram vitamina B12 e ácido fólico por dois anos apresentaram melhores resultados em testes de memória de curto e longo prazo do que voluntários que não tomavam as substâncias, de acordo com um novo estudo realizado na Austrália.
Os benefícios foram modestos, mas ao mesmo tempo animadores, na opinião de especialistas, indicando que as vitaminas "podem ​​ter um papel importante na promoção do bem-estar e envelhecimento mental saudável, bem como para manter o funcionamento cognitivo bom por mais tempo em uma escala comunitária," afirmou à agência Reuters Janine Walker, a principal autora do estudo e pesquisadora da Universidade Nacional Australiana.
Os pesquisadores pediram a mais de 700 pessoas, com idades entre 60 a 74 anos, para tomar uma dose diária de ácido fólico e vitamina B12, ou pílulas falsas que se assemelhavam a vitaminas. O estudo incluiu apenas pessoas que apresentaram sinais de depressão, mas não foram diagnosticadas com depressão clínica. As doses eram de 0,4 mg de ácido fólico e 0,1 mg de vitamina B12.
- Percebemos que os idosos com sintomas de depressão elevados eram um grupo importante a ser estudado, já que no fim da vida a depressão está associada a maior risco de comprometimento cognitivo - disse Janine.
Após 12 meses, não parecia haver qualquer diferença entre os grupos na forma como as pessoas pontuavam nos testes mentais, incluindo memória, atenção e velocidade. Dois anos depois, no entanto, aqueles que tomavam as vitaminas apresentaram melhoras na pontuação das tarefas de memória.
O progresso foi pequeno, escrevem os pesquisadores em seu estudo, publicado no "American Journal of Clinical Nutrition".
Por exemplo, em um teste de memória a curto prazo, aqueles que tomaram as pílulas falsas melhoraram a pontuação de de 5,2 para 5,5 ao longo de dois anos. Já os que tomaram as vitaminas elevaram a pontuação de 5,16 para 5,6.
A memória de curto prazo é usada, por exemplo, para discar um número que alguém acaba de lhe dizer, enquanto a memória de longo prazo entra em jogo quando você tenta ligar para esse número de um dia a uma semana depois.
Joshua Miller, professor da Universidade da Califórnia, disse que é difícil traduzir os avanços nos testes de memória em benefícios reais. Ele disse ser provável que algumas pessoas tiveram maiores progressos de memória, enquanto outras se beneficiaram muito pouco:
- Para apenas um indivíduo, pode ou não pode ser um efeito. Mas a um nível populacional, um pequeno aumento das funções cognitivas pode ter ramificações muito reais sobre o funcionamento da população como um todo e sobre os custos dos cuidados de saúde.
Miller disse ser possível que certos subgrupos de indivíduos possam ser mais propensos a se beneficiarem de ácido fólico e vitamina B12 do que outros.
- Acredito que a próxima coisa que precisamos fazer é estudar o grupo que tem maior probabilidade de se beneficiar com isso - afirmou Miller, que não participou da pesquisa.

FONTE: O Globo - Globo.com

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline