Quem sou eu

Minha foto
Nutricionista Clínica, esportiva, gestacional e infantil. Consultório em Alphaville e Itaim Bibi (Tel: 4175-9777) há 12 anos, com técnicas bem inovadoras e diferenciadas, focando especialmente no bem estar psicológico e emocional do paciente. Reeducação alimentar associada à Gastronomia para resultados definitivos e uma rotina agradável!

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Um apelo pelas crianças acima do peso!

Promessa é dívida, cá está meu post do assunto mais votado. Por acaso sou Especialista em Nutrição na Infância e Adolescência pela UNIFESP-EPM, então é sempre um prazer ajudar os pequenos! As estatísticas apontam que a obesidade infantil é a que cresce mais rapidamente no Brasil. As mudanças nos hábitos alimentares, ampla oferta de produtos hipercalóricos e menor atividades físicas nas horas de lazer são preocupantes.

Em 2009, uma em cada três crianças de 5 a 9 anos estava acima do peso recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Na idade entre 10-19 anos, este índice (que já foi em média 5% em 1975) subiu para 20,5%.

Uma criança obesa tem mais chances de se tornar um adulto obeso e aumenta as suas chances de desenvolver doenças como diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares. Estudos mostram ainda que crianças que estão acima do peso, nas faixas etárias entre oito e onze anos, tem uma chance 63% maior de ser intimidada por seus colegas de classe, independentemente do seu sexo, raça, capacidade de fazer amigos ou habilidades acadêmicas.

Muitas vezes o próprio sofrimento com o excesso de peso pode levar a criança a comer mais ou evitar fazer atividades físicas, que ajudariam a emagrecer. Pode ser difícil colocar roupas de banho na frente dos amigos, pode envergonhar se cansar mais facilmente, a criança pode dizer que não gosta ou que “não liga para isso”.

SE SEU FILHO (A), OU UMA CRIANÇA QUE VOCÊ CONHECE, ESTÁ ACIMA DO PESO, NÃO DEIXE QUE ELE (A) PASSE POR ESTE SOFRIMENTO SOZINHO (A). É DESNECESSÁRIO! PROCURE UM TRATAMENTO, QUE PODE AJUDAR NA PERDA DE PESO, IRRITABILIDADE, INTROSPECÇÃO, TIMIDEZ, DIFICULDADE DE FAZER AMIGOS, SEDENTARISMO... É comum que nutricionistas trabalhem em equipes multidisciplinares que podem ajudar em todas as áreas.

É complicado ajudar seu filho (a) sozinha (o), sem saber o que recomendar como lanche na escola, o que oferecer em casa, como lidar com as festinhas e lanchonetes, como estimular a conhecer novos alimentos, como incentivar as atividades físicas de maneira eficaz... Conte com ajuda profissional! Esta criança precisa de mais ajuda do que aparenta!


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco


Instagram: @nutri.aline

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Obrigada pelos acessos e apoio ao blog! :)

Querido leitor,
O que me motivou a fazer um blog sobre Nutrição, em meio a antos outros que já existem, foi a constatação de que a maioria deles apenas divulga matérias que já estão na mídia. Para isso, ao meu ver, o leitor não precisa do blog, pode utilizar o Google.
Acho que o interessante do blog, é que cada matéria seja comentada pelo profissional da saúde que postou! Que o blog tenha ainda artigos postados por colegas selecionados por sua competência, também de sua própria autoria ou com comentários pessoais.
AGRADEÇO O APOIO NESSE NOVO DESAFIO. São 24 DIAS DE BLOG E 1100 ACESSOS! :)
Continuem acompanhando, palpitando, divulguem para seus amigos e fiquem muito à vontade para enviar sugestões e comentários, para que o blog fique cada vez melhor! Quero estar cada dia mais próxima da rotina de vocês, conversando sobre emagrecimento, massa muscular, treino, gestação, anti-aging, nutrição infantil...
Beijos

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG  POR EMAIL NO LINK AO LADO DESTE POST
OU CLIQUE CURTIR NO FACEBOOK NA FAN PAGE ABAIXO, PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Instagram: @nutri.aline

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Sugira o assunto do post de 05/12!

Olá! Atendendo à pedidos, agora teremos um espaço, para que você possa sugerir o tema do próximo post. Pode ser "o que comer na praia", "dieta nunca mais", "para que serve o IMC" ou o que mais você imaginar!

Liberei o campo de comentários! O que você quer ler?

Sugira  seu tema e compartilhe para que seus amigos possam fazer o mesmo!

Beijos e obrigada!


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

ERRO 8 - Cuidados ao adotar remédios e suplementos de academia!

"As medicações devem ser receitadas por um médico e encaradas como coadjuvantes do processo de emagrecimento, e não como protagonistas. Elas devem complementar uma alimentação correta e prática de atividades físicas."Veja, 07/11/2011

DICA DA NUTRICIONISTA: Se você quer emagrecer, ganhar massa muscular, diminuir a ansiedade, vontade por carboidratos... Lembre-se que precisa de um tratamento completo, individualizado.
Se emagrecer à base de remédios, sem mudanças nos hábitos alimentares, na atividade física, sem aumento do metabolismo e outros "segredinhos", simplesmente vai emagrecer e retomar todo o peso depois.
Nós, nutricionistas, não prescrevemos moderadores de apetite (nem podemos!). Prescrevemos, muitas vezes, fitoterápicos que podem ajudar na diminuição da fome, na vontade de doces e carboidratos, na ansiedade. Mas eles são PARTE do tratamento, ninguém deve emagrecer porque está tomando isso ou aquilo. Afinal, você quer eliminar peso pela vida toda, certo? Não adianta "roubar" nos resultados!
O mesmo acontece com praticantes de atividade física, que querem tomar algo para definição muscuar, queima de gordura, ou ganho de massa. Estes suplementos podem ser úteis, mas devem ser indicados por um especialista (médico ou nutricionista) e fazer parte de todo seu Programa alimentar. O que define se ganha massa muscular não é simplesmente o shake que você toma ao sair da academia. Esta refeição COMPLEMENTA a alimentação do dia todo, que deve ser calculada especificamente para você conforme idade, atividade profissional, atividade física, sexo, altura, peso, estado nutricional...
Aproveite dessas tecnologias a seu favor, ganhe músculos, não fique apenas "inchado" por um tempo! Emagreça de verdade, elimine gordura, não perca massa muscular, líquidos, nem use nada para deixá-lo magro apenas enquanto tomar...
E NUNCA tome medicamentos/ suplementos por conta própria!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Erros para emagrecer 6 e 7 - Pular refeições e exagerar nas atividades físicas

 

Erro 6 - Pular refeições


Quem deixa de comer durante o dia, ou terá um problema de desnutrição ou não conseguirá manter a restrição alimentar até a noite. Então, somando fome, ansiedade e o estresse acumulado do dia-a-dia, aquele que pulou refeições comerá pior, em maior quantidade e mais rápido à noite, um período do dia em que o organismo está programada para armazenar, e não gastar, energia. Além disso, os médicos afirmam que pular refeições não emagrece. Mesmo em busca da perda de peso, todos devem comer em torno de 5 vezes ao dia.

Erro 7 - Exagerar nas atividades físicas


Quem sempre foi sedentário ou está desacostumado a fazer exercícios físicos deve começar aos poucos com as atividades. Caminhadas regulares são as práticas mais indicadas para quem está começando. Iniciar as atividades com esportes violentos ou que exijam muito do corpo pode causar lesões e interromper precocemente algo que deveria ser progressivo. Além disso, é perigoso para pessoas com obesidade que geralmente apresentam problemas cardiovasculares.

Adaptado da Revista Veja - 07/11/2011

DICA DA NUTRICIONISTA: Fazer todas as refeições e lanches é importantíssimo para que o emagrecimento ocorra e o metabolismo se mantenha ativo! Estudos mostram que pessoas que realizam um bom café da manhã, tendem a comer menos durante o dia e serem mais magras. Lembre-se, se você ficar em jejum e com isso deixar o metabolismo lento, terá passado fome sem nenhum benefício! Procure o caminho certo para emagrecer!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Para desintoxicar do feriado, retome a semana com sucos Detox!



Sucos desintoxicantes (Detox) ajudam a acelerar processo de destoxificação hepática em seu organismo, auxiliam na digestão e no funcionamento intestinal, além de serem muito saborosos. Para iniciar essa curta semana, pós-feriado, trouxe opções bem energizantes. Escolha sua preferida e utilize como café da manhã:

Suco Detox 1
Ingredientes:
1 copo grande (300 ml) de água de coco gelada
½ pêra
½ maçã
1 fatia fina de mamão
1 lasca de raiz de gengibre
4 folhas de hortelã
1 colher (sobremesa) de farinha de sementes

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes, exceto a farinha de sementes no liquidificador, coar e, então, adicionar a farinha de sementes.
Mexer e tomar imediatamente.


Suco Detox 2 : Abacaxi com hortelã

Ingredientes:
1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
1 cenoura
4 folhas de hortelã

1 suco de limão e raspas da casca

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes no liquidificador e ingerir logo após o preparo.


Suco Detox 3: Maçã com aipo e linhaça

Ingredientes:
4 maçãs sem casca
2 talos de aipo grande
2 colheres de sobremesa de linhaça

Modo de preparo: Bater a linhaça no liquidificador. Misturar às maçãs e os aipos colocados na centrí­fuga.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Erros 4 e 5 - Traçar objetivos impossíveis e ignorar fatores genéticos!

«
»

4- Traçar objetivos impossíveis

Quem pretende emagrecer muito e em pouco tempo pode se decepcionar e acabar desistindo de conseguir um objetivo saudável e mais acessível. Segundo o médico endocrinologista Alfredo Halpern, o ideal é que se perca de meio a um quilo por semana, e não mais do que isso. Para Geloneze, ter uma perda exorbitante de peso é extremamente difícil, e manter tal resultado é impossível.

5- Ignorar o fator genético


Quem tem uma genética que facilita o ganho de peso não deve se acomodar com essa situação, mas deve levá-la em consideração quando pretende perder peso. "Cada um deve querer emagrecer de acordo com a sua estrutura e nunca comparar o seu peso com o de alguém com tendência a ser magro", explica o endocrinologista João Eduardo Nunes Salles. Segundo os médicos, pessoas com obesidade de grau I ou II que perdem 10% de seu peso, entre 3 e 6 meses, já têm grandes melhoras em problemas cardiovasculares e diabetes, por exemplo.

DICA DA NUTRICIONISTA: É importantíssimo que o emagrecimento seja duradouro. Isso jamais será alcançado com dietas da moda e perdas de peso radicais. Vale a pena buscar por uma reeducação alimentar e ficar livre do problema para sempre!


SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Erros 2 e 3 - obsessão com a balança e fazer tudo por conta própria!



2- Ter obsessão com a balança

Ansiedade e desânimo podem ser alguns dos sentimentos provocados quando uma pessoa se pesa frequentemente. Uma perda de peso saudável é progressiva e lenta, então não vale à pena criar expecativas quanto a resultados a todo o momento. Aqueles que seguem uma alimentação saudável e praticam exercícios físicos podem não diminuir o peso na balança, mas estão emagrecendo, já que estão substituindo gordura por massa magra. "Além disso, as pessoas não devem se iludir quando perdem peso sem fazer exercícios físicos, pois muitas vezes perderam massa magra, e não gordura", explica Geloneze.

3- Não procurar acompanhamento profissional

A reeducação alimentar, a escolha da medicação e a prática de exercícios devem ser acompanhados por médicos, nutricionistas e educadores físicos. Quem dispensa os profissionais corre risco de não conseguir emagrecer, prejudicar a saúde e sofrer contusões, por exemplo.
Fontes: Bruno Geloneze Neto, médico endocrinologista e diretor da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia; Alfredo Halpern, médico endocrinologista, membro da SBEM e autor do livro "Pontos para o gordo"; João Eduardo Nunes Salles, médico endocrinologista, diretor da SBEM e professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa

Fonte: Revista Veja - 07/11/2011


DICA DA NUTRICIONISTA: Deixe para se pesar sempre no consultório. Desta forma haverá um espaço de tempo adequado entre as medições, será aferido o percentual de gordura, medidas na fita métrica e só assim você poderá saber se realmente eliminou gordura!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Primeiro erro na hora de emagrecer: Dietas rigorosas demais

Os nove erros clássicos na hora de emagrecer foram selecionados pela Revista Veja e serão publicados nos dias que seguem.

É comum que, na ânsia por emagrecer, sejam cometidos erros básicos — e alguns não tão básicos assim. Muitas pessoas, por exemplo, se preocupam demais em escolher a dieta ideal e as atividades físicas mais eficazes, e acabam esquecendo de prestar atenção em detalhes essenciais para que o objetivo seja alcançado. "Quem tem problemas com obesidade e sobrepeso luta a vida toda contra a balança, então uma dieta completamente restritiva, que não tem como durar para sempre, nunca será eficaz", explica o médido endocrinologista e diretor da Regional de São Paulo da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, Bruno Geloneze Neto.
O principal é perder peso de uma maneira saudável, sem passar fome e aceitando o fato de que cada um carrega um fator genético diferente. Além de, claro, compreender que nem dieta nem remédio nenhum fazem milagres. Confira alguns dos erros que muitos cometem e que devem estar atrapalhando o seu processo de emagrecimento:



Fazer dietas rigorosas demais

Regimes restritivos estão fadados a terminar um dia, mas quem sofre com obesidade ou sobrepeso terá que lidar com esse problema para sempre. Dietas que restringem nutrientes essenciais, como carboidratos, proteínas ou gorduras, além de não funcionarem a longo prazo, são prejudiciais à saúde, já que as refeições deixam de ser balanceadas. "O ideal é um planejamento alimentar pensado para cada pessoa, pois cada um tem organismo, genética e rotina diferentes", explica o endocrinologista Bruno Geloneze.
Fonte: Revista Veja - 07/11/2011



DICA DA NUTRICIONISTA: consulte um profissional e faça uma reeducação alimentar individualizada, se quiser emagrecer definitivamente. Adote um Programa Alimentar que pondere suas necessidades nutricionais, sua rotina e seu paladar. Assim, será fácil segui-lo sempre!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Pais amigos dos vegetais influenciam a alimentação das crianças

Os hábitos alimentares saudáveis devem ser estabelecidos na infância. A criança aprende por imitação. Desta forma, se os pais não são "amigos" de vegetais, não é de se admirar que seus filhos também não tenham afinidade com hortaliças. Devemos educar nossas papilas gustativas desde cedo, no entanto o que acontece é que as crianças estão cada vez mais sendo estimuladas a comer alimentos ricos em açúcares, gorduras e sal (aparentemente mais palatáveis).

Para tornarem-se mais atrativas, as saladas devem ser caprichadas e coloridas – com cortes diferentes, diversos tipos de folhas (rúcula, agrião, alface americana, almeirão, escarola, acelga etc.), e possuir alguns ingredientes como, amêndoas, nozes, semente de girassol, gergelim, tomate picadinho, cebola picada, manjericão, frutas, entre outros. Quem não tem alergia ou intolerância à proteína do leite ou à lactose, pode incluir também algum tipo de queijo. Para temperar, utilize azeite sem exagero, ervas, limão, alho picadinho e sal com moderação.
As hortaliças devem estar presentes diariamente em nossas refeições, tanto no almoço quanto no jantar, não necessariamente em forma de salada. Algumas pessoas preferem vegetais refogados ou cozidos. E para quem tem diabetes, as fibras presentes nos vegetais (principalmente nos folhosos), ajudam a controlar a glicemia.
Para que a criança coma vegetais, não se deve fazer trocas ou chantagens, por sobremesas ou algo que a criança goste. Isso passa uma mensagem subconsciente de que as hortaliças são ruins e que está sendo premiada por consumi-las.
O melhor caminho está num acompanhamento profissional vinculado à demonstração de que os pais consomem diariamente e sempre colocar um pouquinho no prato da criança, mesmo que ela não coma.

Adaptado de : "Em dia com a saúde" - Hospital Albert Einstein - Abril/2011

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Alimentação correta para ganho de massa muscular

Uma das coisas que mais vejo no meu consultório são pacientes que querem danhar massa muscular e eliminar gordura. Conseguir, efetivamente, ganho muscular sofre a influencia de inúmeras variáveis e depende muito mais que de apenas um treinos de musculação. Temos fatores como a carga genética, a quantidade de sono, a duração dos intervalos entre as refeições, o que omer antes do treino, pós treino...

Vamos, então, falar um pouco sobre a alimentação. A dieta deve ser balanceada, sempre com ênfase no consumo de vegetais e frutas, pois são alimentos reguladores, fonte de vitaminas e minerais, responsáveis pela saúde e disposição. Proteínas, carboidratos e lipídios – mais importante do que a quantidade é a qualidade dos alimentos a serem consumidos. Nem todas as proteínas são iguais, e o mesmo acontece com os carboidratos e lipídios.

Proteína – Alimentos construtores
Responsáveis pela parte estrutural de tecidos, compõe mais de metade do peso seco do corpo é proteína, incluindo músculos, sangue, enzimas e hormônios. Se a proteína ingerida é insuficiente ou de baixa qualidade isto se reflete na capacidade física e pode trazer perda muscular. O exercício "gasta" reservas de proteínas, pois quando acaba o glicogênio do fígado, segue para o glicogênio muscular e depois para as reservas protéicas musculares. Assim, a atividade física aumenta consideravelmente a demanda de proteína pelo corpo. Para haver crescimento muscular tem que haver substrato, no caso aminoácidos prontamente disponíveis para repor as perdas e permitir a multiplicação das células do músculo.

Quanto maior for o valor biológico da proteína, mais aminoácidos e nitrogênio o organismo irá reter. O ovo é considerado a fonte de proteína mais assimilável, e recebe a graduação 100. Todas as demais proteínas são graduadas comparativamente em sua absorção em relação à proteína do ovo.

Whey Protein – a campeã
Os alimentos de alto valor biológico são basicamente as proteínas de origem animal, como os ovos (100), leite (90), carne, peixe e aves (80), e também há proteínas sintetizadas industrialmente como a proteína do soro do leite (Whey Protein), cuja gradação supera a do ovo, variando entre 110 e 160. As proteínas de origem vegetal possuem um aproveitamento protéico menor como, por exemplo, os feijões (50).

Carboidratos: é importante lembrar que apesar do músculo ser basicamente composto de proteína, o combustível principal utilizado por ele durante atividades físicas é o glicogênio (fruto dos carboidratos). O consumo de refeições 100% Carbs free pós treino é ineficaz, pois é preciso energia para que a proteína seja absorvida e aproveitada da melhor forma, cumprindo seu papel construtor.

Proteínas devem ser consumidas em todas as refeições, para facilitar a reparação muscular e o crescimento das fibras musculares, não só após o treino. As quantidade recomendadas variam conforme idade, sexo, altura, peso e atividade física, devendo ser estabelecida dentro de um Programa Alimentar Individualizado.

É perigoso ingerir proteína demais?
Sim, além do excesso não ser aproveitado, pode prejudicar os rins.  Apenas um profissional responsável pode definir qual a quantidade correta para você e se o uso de suplementos é necessário e seguro no seu caso.

Por Aline Lamarco
Nutricionista
CRN 17183

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Dormir pouco pode tornar adolescentes obesos, diz estudo

Falta de sono desregula hormônios ligados à fome e à saciedade em adolescentes. Saúde pode ficar comprometida na vida adulta

Entre os adolescentes, dormir bem tem relação direta com o peso
Ter um sono bem regulado traz muitos benefícios à saúde, entre eles a manutenção da boa forma. Uma pesquisa norte-americana mostrou que, entre os adolescentes, dormir bem tem relação direta com o peso.
O estudo do Centro de Medicina do Sono do Baylor College, em Houston, no estado do Texas, acompanhou 255 adolescentes (108 meninos e 147 meninas). Foram colhidos dados sobre a quantidade de sono diário e também de altura e peso, para o cálculo do índice de massa corporal (IMC).
Na comparação entre os meninos que dormem menos de 7 horas por dia com os que dormem mais que isso, o IMC dos que dormem menos foi 3,8% maior. A mesma comparação levou a uma diferença ainda maior entre as meninas: 4,7%.
A causa disso está relacionada a dois hormônios que regulam as sensações de fome e saciedade: a grelina e a leptina. “Quando você não dorme o suficiente, os níveis de leptina cai, o que quer dizer que você não fica satisfeito quando come. A falta de sono também aumenta os níveis de grelina, o que estimula o apetite, te faz querer comer mais”, afirma Radha Rao, coautora da pesquisa.
Lata Casturi, outra autora do estudo, ressalta outros pontos em que o sono faz bem a saúde. “Quando adolescentes não dormem o suficiente, eles dormem na aula, têm problemas de concentração, ficam estressados, adoecem mais e não cumprem seus deveres por que estão cansados”, aponta.
“O sono promove crescimento em crianças e adolescentes e fortalece os sistemas nervoso e imunológico. Portanto, privação de sono no começo da vida pode levar os jovens a sofrer riscos irreversíveis para o resto da vida”, acrescenta Anita Rao, outra coautora do estudo.
O trabalho foi apresentado no encontro anual do Colégio Americano de Médicos de Tronco.
Fonte: G1 / Associação Brasileira de Nutrologia

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Obesidade e Depressão: Relação de Risco

Obesidade e depressão estão diretamente relacionadas. Obesos têm 55% de chance de desenvolver depressão, e depressivos possuem um risco de 58% de se tornarem obesos.

Um em cada quatro casos de obesidade está associado a algum distúrbio de humor ou ansiedade. O sobrepeso aumenta o risco de depressão. O atual padrão de beleza, que seria o de magreza, contribui para que as pessoas acima do peso fiquem deprimidas. Os transtornos alimentares estão intimamente ligados a depressão. Cerca de 30% das pessoas obesas que realizam tratamentos para emagrecer apresentam transtorno do comer compulsivo e, destas, 75% já tiveram, têm ou terão depressão.

Uma das teorias para explicar como funciona essa relação é que a obesidade é uma doença inflamatória e que esse estado inflamatório do obeso está associado ao risco de depressão.

Entender esta relação entre obesidade e depressão pode ajudar a prevenir e a criar estratégias de tratamento. Estar atento a essas oscilações é a melhor forma de prevenção. O tratamento de uma das condições pode reduzir o avanço da outra doença.

Por Dr. Alexandre Ferreira
Endocrinologista

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Cinco alimentos que ajudam seu corpo a se recuperar da academia mais rápido!


NOZES
Nozes são uma excelente fonte de nutrientes e proteínas vegetais. Apesar de serem conhecidas como um lanche gorduroso, sua gordura pode ser positiva no treinamento espostivo. Se for incluir em sua dieta, lembre-se de colocar apenas pequenas quantidades e utilizar nozes sem sal. Misture com castanha do pará, amêndoas...



CARNE VERMELHA MAGRA
A carne vermelha, apesar de muito do que você já ouviu antes, pode ser extremamente benéfica, especialmente quando o corpo tenta se recuperar do exercício, por ser um alimento muito rico em proteínas. Não é desculpa para comer carne todas as noites, porém saiba que a carne magra grelhada pode ser ótima fonte de proteínas, ferro e vitaminas B.


SALMÃO
O salmão é uma excelente fonte de proteínas que deve ser incluída em qualquer dieta, especialmente se não forem criados em cativeiro. Isso porque são as águas frias e profundas que são responsáveis pela sua alta quantidade de ômega-3. Portanto o salmão brasileiro de cativeiro não contém a mesma quantidade. O salmão também é uma carne mais fácil de digerir que as outras!


LEGUMINOSAS
A maioria das leguminosas (feijões) contém boas quantidades de proteínas, fonte de carboidrato complexo e de fibras. Essa combinação existente no feijão, feijão branco, grão de bico, lentilha e ervilha fornece energia de liberação lenta, estável e duradoura para sua atividade física.


MARISCOS
Sim, mariscos, vieiras e ostras podem ajudar seus músculos. São ricos em minerais e excelente fonte de proteína. Lembr-se de não prepará-los na gordura!




LEMBRE-SE: fontes proteicas são ótimas para recuperação muscular, mas devem ser utilizadas nas proporções corretas, numa dieta balanceada.

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco

Boas Vindas!

Olá!

Sou Nutricionista Clínica e Personal diet. Atendo em consultório e à domilício em Alphaville.

Esse é o meu primeiro post. Esse é um espaço para as pessoas possam tirar dúvidas, enviar sugestões para novos posts e também para ter mais um canal de comunicação com meus pacientes.

Para saber mais sobre mim, clique em ESPECIALIDADES

Sintam-se à vontade!

SE VOCÊ GOSTOU DESTE POST, CADASTRE-SE PARA ACOMPANHAR O BLOG OU CLIQUE CURTIR NA PÁGINA DO FACEBOOK PARA LER NOTÍCIAS NA SUA PÁGINA: http://www.facebook.com/nutricionista.alinelamarco